> TÍTULO <
   TRE do Pará alerta o cidadão para que notícia falsa não interfira no seu voto.
> CONTEÚDO <
   O termo "fake news" vem ganhando cada vez mais espaço nos meios de comunicação. Atualmente, com o avanço das tecnologias, a informação deixa de ser produzida exclusivamente pela imprensa e, passa a ser também, produzida no ciberespaço como, por exemplo, as redes sociais, onde todos podem criar seu próprio conteúdo e compartilhá-lo livremente. No entanto, devemos ser mais criteriosos ao gerir os conteúdos que produzimos e compartilhamos. Atento a essa demanda, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luiz Fux, e representantes de dez partidos políticos, firmaram no início deste mês, em Brasília, um acordo de colaboração para a manutenção de um ambiente eleitoral imune à disseminação de notícias falsas (fake news) nas eleições 2018. Pelos termos do acordo, os partidos políticos se comprometem a manter o ambiente de higidez informacional, reprovando qualquer prática ou expediente referente à utilização de conteúdo divulgado durante o período eleitoral. “O objetivo maior foi exatamente trazer os partidos para a nossa companhia, no sentido de que nós possamos presidir uma eleição limpa, ética, uma eleição da qual o povo brasileiro possa se vangloriar e possa dizer que, no Brasil, existe uma democracia exemplar”, disse o ministro, Luiz Fux. Termo de compromisso Assinaram o termo de compromisso os representantes dos seguintes partidos: Democratas (DEM), Partido Comunista do Brasil (PCdoB), Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), Partido Democrático Trabalhista (PDT), Partido Republicano Brasileiro (PRB), Partido Social Cristão (PSC), Partido Social Democrático (PSD), Partido Social Liberal (PSL), Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) e Rede Sustentabilidade (REDE). Já em Belém, o Tribunal Regional Eleitoral do Pará, também vem trabalhando para alertar e preparar o eleitor paraense para o pleito deste ano. O TRE do Pará realizou nos meses de maio e junho, o "Seminário de Direito de Eleitoral", onde abordou de forma concisa sobre as fake News. O evento foi realizado em Belém, Marabá e Santarém. "Estamos vivendo um período em que as informações vêm sendo compartilhada em desmedida velocidade, através das redes sociais e aplicativos de mensagens. Logo, o nosso papel é esclarecer o eleitor diante da propagação de noticias falsas que possam desacreditar e desestimular o exercício do voto", alertou a Desembargadora Célia Pinheiro, Presidente do TRE do Pará.



FECHAR